O artista se move. O artista contempla. É atraído pelas miudezas ou pelas coisas grandes, por coisas que não existem ou que vem de dentro. O artista tem fome do mundo.

No Espaço Húmus, a arte é cotidiano sensorial. Reunimos um acervo de artistas pelo afeto. O desejo é pela inquietação individual de quem pinta, fotografa, dança e produz. O Espaço Húmus tem fome da curiosidade.

Página 5 de 12« Primeira...34567...10...Última »
Álbuns

Álbuns

StreetCollection (2014)

Artes Visuais

Zhanna Kadyrova

A artista ucraniana é meio ourives, meio arqueóloga. O trabalho maior é o da procura. Encontrou asfalto, madeira e telhas. As roupas rígidas que vestem as retas de uma cidade e que ninguém presta atenção.

15 de abril de 2014

Álbuns

Álbuns

Cinemagma (2000)

Artes Visuais

José Damasceno

O artista carioca não trabalha com uma arte aleatória. Pelo contrário, desenvolve as obras sistematicamente, combinando duos como leveza/peso, cheio/vazio e suavidade/rudeza. Nenhum objeto o é em sua construção banal.

Álbuns

Álbuns

Moda

Kansai Yamamoto

Kansai desafiava um país tradicionalista e com rígidos valores de gênero a repensar o seu modo de se vestir. Havia um bolsão de energia imenso dentro de suas vestimentas, dos quimonos compridos, das peças únicas que cobriam o corpo.

Página 5 de 12« Primeira...34567...10...Última »