Ilú Obá De Min

A comoção engole as ruas. São rainhas e reis, erguidos em perna de pau, cobertos de contas. A multidão é imensa, mas o bloco Ilú Obá De Min é soberano. Os tambores gritam para os Orixás. É a ancestralidade africana que está passando.

O ponto de cultura Ilú Obá De Min é uma associação sem fins lucrativos que fomenta e resgata as culturas africana e afro-brasileira. Ativo desde 2004, o ponto de cultura desenvolve atividades que empoderem a mulher e fortaleçam as relações étnico-sociais. É um espaço de enfrentamento, que entende que o resgate das culturas tradicionais, das raízes africanas que permeiam o Brasil, podem ser armas contra preconceitos e principalmente, do levante da mulher.

E a mulher toca, a mulher dança, a mulher organiza. As dirigentes Beth Beli e Adriana Aragão sentiam a necessidade de um espaço onde as mulheres pudessem se expressar livremente e resgatar a sua ancestralidade. A criação do Ilú Obá De Min, que significa Mãos Femininas que Tocam para o Senhor Xangô, veio atender esse desejo.

O Ilú Obá De Min desenvolve diversos projetos nas áreas de música, dança e literatura. O bloco afro Ilú Obá De Min talvez seja dentre os projetos do ponto de cultura o mais conhecido; varre as ladeiras de São Paulo no Carnaval com muito tambor e dança. Oficinas que duram quatro meses preparam os participantes para o cortejo que sai às ruas. As raízes são as matrizes das danças tradicionais brasileiras, em especial o Candomblé. É uma dança de saudação e energia.

A sede também desenvolve um corpo de dança que promove workshops e aulas em comunidades, resgatando danças da África do Oeste, danças dos Orixás e danças brasileiras.

Já o Ilú na Mesa é um debate entre membros da organização e da sociedade em geral. Evento exclusivo para mulheres, o Ilú na Mesa traz convidadas como escritoras, ativistas e percussionistas para abordar sexismo, preconceito e formas de combatê-los.

Ilú Obá De Min é ponto de resistência, um forte imenso, protetor da cultura africana e afro-brasileira. É um lugar para mulher que diz a si mesma que todos os lugares a pertencem: tocando, dançando, regendo e sendo.

Site: https://www.facebook.com/pages/Il%C3%BA-Ob%C3%A1-De-Min/125403590866610?id=125403590866610&sk=info
Endereço: Alameda Eduardo Prado, 342 – Centro – São Paulo
Telefone: (11) 3222-5566
Email: iluobademin@yahoo.com.br

Crédito de Imagens: Bruno Graziano, Rafael Frazão e Fernanda Ligabue/Festival Baixocentro 2013
Edição e finalização: Bruno Graziano
Crédito de Músicas: Ilú Obá De Min – Oxum; Homenagem ao Orixá Xangô – Pontos Cantados; Encontro da Diversidade Cultural – Ilú Obá de Mim

Confira outros vídeos da nossa Série Feminismo aqui.

PATROCÍNIO

logo-absurda

BLOG

Autores convidados partilham seus textos e suas opiniões, num espaço fecundo de liberdade e de leitura. Venha ler, venha escrever!

SOUNDCLOUD

As músicas que embalam nossos vídeos também podem te embalar durante seu passeio pelo nosso site e em qualquer lugar!

jabutibumba_site_thumb

FACEBOOK

Já curtiu a nossa página no facebook? Quer saber que amigo seu já curtiu? Tudo que nosso site pode aparecer no seu feed de notícias, é só curtir!

YOUTUBE

Assine nosso canal e receba o nosso conteúdo novo!

marceloamorim_yt_thumb2