Mara Salles – O Brasil no garfo

A boca é entrada para o corpo se perder. Comer, talvez um dos modos mais simples de atingir estados sublimes de alegria e preenchimento. Sejamos sinceros, comer é uma das melhores coisas. E se sua vida fosse devorar o Brasil? Quer um bocadinho de Goiás hoje? Vai um pedaço da Bahia no seu jantar? Quer arroz com feijão para forrar o estômago e o espírito? A gastrônoma Mara Salles tem apetite por um País inteiro.

Crescida naquelas fazendas onde as coisas brotam e já são colocadas no prato, Mara Salles abriu seu primeiro restaurante com sua mãe, servindo almoço em Perdizes. Depois, nascia o Tordesilhas, seu restaurante e projeto de intervenção e investigação da culinária brasileira. Trabalhar com nossa culinária só poderia ser uma investigação bastante afetiva, que exige pés com a pele bem firme para cruzar as enormes distâncias, para viajar as fronteiras não geográficas mas, também, as de sabor que enchem as panelas Brasil afora.

Desvendar as comidas brasileiras é compreender as heranças, as misturas e a base. Quando se põe arroz e feijão no prato, ou quando se esparramam nele os líquidos vulcânicos e alaranjados da moqueca, se realiza um reconhecimento das disparidades e do que brota em diferentes solos do Brasil. E encarar nossa culinária também de um modo crítico: não é porque é uma delícia, um hábito, que carne de boi é saudável. E não é porque existe uma pressão midiática em se falar de comida brasileira que necessariamente ela está fazendo tanto sucesso assim. Acredite se quiser, quem mais procura a comida que germina aqui ainda são os estrangeiros.

Propôr-se a desvendar a culinária brasileira é também livrá-la de alguns estereótipos, de que ela é sempre uma alimentação pesada, pouco refinada, recheada de folclores. É respeitar o brotamento da terra, é ter alguém cuidando de cada gomo rubro da pimenta e assimilar os movimentos culinários diversos. Quando Mara, no vídeo, cumprimenta a culinária de Goiás por respeitar o ritmo de seu regionalismo e a beleza de suas origens, ela faz um elogio a habilidade de reconhecer que a comida faz de cada estado brasileiro um pequeno País.

—-

A websérie Tão Longe, Tão Perto acompanha o estudo e a pré-produção do filme documentário Largou As Botas e Mergulhou No Céu, que será rodado no próximo verão. A proposta da série é trazer experiências e ideias de gente que trabalha diante das questões sociais, políticas e culturais brasileiras, seja da antropologia ao cinema, do debate acadêmico ao das ruas.

O leque de entrevistados – cada um dos episódios traz uma conversa sob a mesma estética de enquadramento e linguagem – passa por literatura, música, cinema, televisão, arquitetura, design, sociologia etc., para, a partir da área de atuação do personagem, levantar os principais temas, questões e aflições da contemporaneidade.

De forma geral, Tão Longe, Tão Perto visita os trabalhos e divagações dos entrevistados para construir um raciocínio sobre a nossa sociedade atual. Da série, que começa a ser publicada no mês de outubro no Espaço Húmus, a equipe vai absorvendo o engajamento teórico para contar no documentário Largou As Botas e Mergulhou No Céu histórias comuns aos brasileiros, objeto de pesquisa e criação dos entrevistados deste momento de estudo.

Passada a série, o documentário tentará mostrar na prática todos esses contrastes, inquietações e particularidades da população brasileira por mais de dois meses de viagem, de dezembro até o Carnaval, tendo como área de abordagem o sertão e o litoral nordestinos – o Nordeste é a região escolhida para o projeto, ainda que não se trate de um trabalho com foco regional ou limitação geográfica. — A equipe é formada por Bruno Graziano, Paulo Silva Jr., Raoni Gruber – trio que realizou o documentário O Acre Existe (estreia no Canal Brasil em 28 de outubro) – e Cauê Gruber.

A websérie Tão Longe, Tão Perto estreia em outubro e terá 10 episódios entre as semanas que antecedem a viagem a o período da própria produção do documentário. O filme Largou As Botas e Mergulhou No Céu será produzido entre dezembro de 2014 e fevereiro de 2015 e tem previsão de lançamento no segundo semestre de 2015.

<<< Confira todos os vídeo da série aqui. >>>

—-

Facebook do filme Largou As Botas e Mergulhou No Céu

Site da produtora Controle Remoto Filmes

Site do filme O Acre Existe

PATROCÍNIO

logo-absurda

BLOG

Autores convidados partilham seus textos e suas opiniões, num espaço fecundo de liberdade e de leitura. Venha ler, venha escrever!

SOUNDCLOUD

As músicas que embalam nossos vídeos também podem te embalar durante seu passeio pelo nosso site e em qualquer lugar!

jabutibumba_site_thumb

FACEBOOK

Já curtiu a nossa página no facebook? Quer saber que amigo seu já curtiu? Tudo que nosso site pode aparecer no seu feed de notícias, é só curtir!

YOUTUBE

Assine nosso canal e receba o nosso conteúdo novo!

bixiga_yt_thumb2