Reforçando o papel da solidariedade

É muito comum um relacionamento de anos se desmantelar e, consequentemente, ocorrer um distanciamento entre as partes… Por que isso ocorre com certa frequência nas relações interpessoais? Seria a falta de solidariedade um dos motivos dos rompimentos dessas relações? Ou seria a incompatibilidade de visões de mundo a razão das separações?

Ora, se por um lado somos indivíduos autônomos na estrada de edificação dum mundo, por outro, necessariamente, dependemos do próximo para o autoconhecimento, não é? Tudo indica que o outro é, no mínimo, muito importante em nosso processo de aprendizado. Daí, o dever do respeito ao próximo.

Tudo a ver, portanto, com a máxima: não faça ao seu próximo aquilo que não gostaria que fizessem consigo.

Marcos Amaro

PATROCÍNIO

logo-absurda

BLOG

Autores convidados partilham seus textos e suas opiniões, num espaço fecundo de liberdade e de leitura. Venha ler, venha escrever!

SOUNDCLOUD

As músicas que embalam nossos vídeos também podem te embalar durante seu passeio pelo nosso site e em qualquer lugar!

jabutibumba_site_thumb

FACEBOOK

Já curtiu a nossa página no facebook? Quer saber que amigo seu já curtiu? Tudo que nosso site pode aparecer no seu feed de notícias, é só curtir!

YOUTUBE

Assine nosso canal e receba o nosso conteúdo novo!

bixiga_yt_thumb2
  • Pricilla Favero

    Ainda acredito que a maior solidariedade se faz no olhar do outro, nao daquilo que significa respeito, nao daquilo que significa o bloqueio interno e a incansável necessidade de ceder e principalmente ceder sem querer faze-lo, que torna ainda pior que nao ser solidário a abnegação do ser. A separacao faz parte da vida, assim como a morte! I

    Mas a paixão! Ahhhh a Paixão, que nos faz sentir vivos! Nos traz o sentimento de que anos estão sendo perdidos ao lado de nosso companheiro! Tamanha forca e poder existe neste breve e potente raio que entra em nossa alma e nos faz acreditar que sera assim até a morte….

    Porém, tudo faz parte da vida! Basta estarmos vivos para sentir, questionar, se entregar, sofrer chorar, amar e por fim…. Viver!